Central de Atendimento: [email protected] | Perguntas Frequentes

Área do Aluno


ou



FUNDAMENTOS DA CULINÁRIA VIETNAMITA

A culinária vietnamita engloba alimentos e bebidas do próprio país. Cada prato tem um sabor distinto, incluem ingredientes como molho de peixe, pasta de camarão, molho de soja, arroz, ervas frescas, frutas e legumes. As receitas vietnamitas usam, ainda, capim-limão, gengibre, hortelã, hortelã vietnamita, coentro-bravo, canela vietnamita, pimenta, limão e folhas de manjericão.


A culinária vietnamita é conhecida pela variedade de pratos vegetarianos, em parte porque a sua evolução ao longo do tempo foi fortemente influenciada por monges budistas, o que a torna uma das dietas preferidas dos vegetarianos de todo o mundo.


Um dos pratos típicos do Vietnã é o Pho, a famosa sopa consumida por quase todos os lugares, principalmente na capital, Hanói. Feita de macarrão de arroz (ele, aliás, aparece em várias receitas vietnamitas), vegetais e carne, a simples sopa chama a atenção pela diversidade de temperos.


Além do Pho, entre as estrelas da gastronomia, estão panquecas, chamadas de Bahn Xeo, petiscos, chás, sanduíches e muita carne, apresentada de jeitos bem diferentes, assim como o arroz, e servidos de formas peculiares.


  • Principais influências


Conhecido como um dos países pertencentes a Indochina, junto com o Camboja e Laos, o Vietnã é uma sociedade  misteriosa dotada de história e cultura muito ricas. Por fazer fronteira com a China, sofreu diversas invasões chinesa em busca da dominação. Apesar de não terem conseguido se apossar das terras vietnamitas, os chineses deixaram muito da sua cultura no local. Outro país que influenciou o Vietnã é a França, que colonizou o país até 1954. Então, da China, ficou a herança da comida rica e saudável, como a base do arroz e macarrão.


Da França, ficou o capricho na comida e ingredientes bem europeus como tomates, amendoins, café, baguetes, iogurtes e manteiga. Misturando a gastronomia das duas com outras influências  indianas e cambojanas, fez-se a cozinha vietnamita, com pratos a base de arroz, macarrão, legumes, carnes e especiarias.


  • Divisão por regiões


A culinária vietnamita pode ser dividida em três regiões distintas: a do Sul (à base de ervas frescas e pratos tropicais bastante elaborados); a do Centro (mais condimentada e em que se utiliza muito o pimentão e a pasta de camarão) e a do Norte (bastante parecida com a cozinha chinesa, com o uso frequente de vegetais em conserva em vez de ervas frescas, cogumelos, outros fungos e pimenta preta).


  • Principais ingredientes


O sabor forte dos pratos junto com a simplicidade dos ingredientes comprados fresquinhos nas cidades do Vietnã são os trunfos da região. Entre os principais ingredientes da culinária vietnamita:


Arroz


Cultivado no sul, normalmente cozido no vapor ou numa panela de pressão. O arroz, base de tudo, nem sempre está presente em forma de grãos: surge como macarrão, crepes ou em forma de farinha para pães no vapor. Os crepes são os mais apreciados: os discos finos, hidratados em água morna, tornam-se maleáveis e são recheados com camarão cozido, saladas, ervas e legumes crus.


Peixe

A piscicultura de rio (principalmente o peixe-gato) desenvolve-se no delta do rio Me Kong.


Carne de porco

A carne de porco pode ser servida por cima de sopas e saladas, bem fininhas, crocantes e até crua.


Óleo

O óleo mais comumente usado é o de amendoim.


Condimentos

O nuoc-mâm, condimento preparado à base de peixe fermentado, é ingrediente indispensável na cozinha vietnamita e é utilizado em vários pratos.


  • Culinária vietnamita no Brasil


O primeiro contato dos vietnamitas com povos do Ocidente ocorreu em 1516, quando uma expedição de Portugal chegou àquela região, que foi batizada de Cochinchina pelos portugueses, por ficar entre Cochim, na Índia, e a China. Rapidamente, a cidade portuária de Faifô, hoje conhecida como Hoi An, no centro do atual Vietnã, virou um entreposto português, de onde partiram vários produtos, principalmente especiarias, para a Europa e depois para o Brasil.


Todos os anos, navios portugueses partiam rumo ao Vietnã para de lá trazer sedas, açúcar, pimenta e outras especiarias. Dessa forma, muitos produtos originários daquela região se tornaram comuns no Brasil. É o caso da o anis estrelado, do caril, e da jaca, que encontrou em terra brasileiras um ambiente propício para florescer. Com o fim da colonização portuguesa e a conquista do Vietnã pelos franceses, o intercâmbio culinário entre os dois países cessou.


Hoje, a gastronomia vietnamita é apresentada no Brasil como algo exótico, com poucos representantes no país. Apesar disso, um crescente interesse da população por novos tipos de culinária tem levado à abertura de bares e restaurantes vietnamitas no país.


  • Palavras básicas para pedir comida


Antes de falar sobre a culinária vietnamita, é necessário aprender algumas palavras básicas para ajudar a pedir uma comida no Vietnã.

Bò – bife

Gà – frango

Cá – peixe

Lợn – carne de porco

Tofu – đậu hũ (essa não é uma opção muito popular)


É muito fácil confundir algumas opções, pois os nomes são muito parecidos e uma palavra pode mudar o tipo de prato completamente. Além disso, muitos dos pratos são servidos somente em algumas regiões do país. Há também muitas partes do país que tiveram grandes influências de outros países por causa da guerra, como a baguete, que foi introduzida pelos franceses.



Este artigo pertence ao Curso de Cozinha Vietnamita

Faça o Curso completo grátis!!
Cursos Escola Educação © 2014 - 2021. Todos os direitos reserva